domingo, 13 de junho de 2010

Pífanos de luto - Morreu neste domingo o contra-maestro da banda de pífanos Esquenta Muié, de Marechal Deodoro

É com imensa tristeza que informo o falecimento do contra-maestro da banda de pífanos Esquenta Muié, de Marechal Deodoro, Franklin Luciano da Silva, ocorrido no final da tarde deste domingo, devido a um ataque cardíaco fulminante.

Faleceu na tarde deste domingo, 13 de junho, aos 58 anos de idade, o contra-maestro da banda de pífanos Esquenta Muié, de Marechal Deodoro, Franklin Luciano da Silva, vítima de um ataque cardíaco fulminante.

Franklin era músico e irmão do maestro da banda, José Cícero da Silva, e fundaram juntos, em 01 de maio de 1978, a banda Esquenta Muié, tocava além do pífano, o tarol (ou caixa), pratos e até triângulo, além de ajudar o irmão nas composições e na administração da banda, uma das mais antigas do país.



Em 2003, comemorando 25 anos de existência, a banda lançou o CD “Sonho de Criança”, o primeiro registro fonográfico desde que os irmãos a fundaram. Em 2008 foi lançado o DVD “Esquenta Muié – 30 anos de pífanos em Alagoas”, que este ano ganhou o Prêmio Culturas Populares, do Ministério da Cultura. Os dois projetos foram idealizados e produzidos pelo jornalista e produtor cultural Keyler Simões, que há desde 2000 convivia e era amigo de todos da banda, mas principalmente dos irmãos. “Mesmo com tantos mestres falecendo, nunca me passou pela cabeça perder um dos ‘meninos’ da Esquenta Muié tão cedo... Frank (como também era chamado) era a veia bem humorada e o alicerce para o Zé Cícero, o maestro da banda... é um dia muito triste, já que daqui exatos 14 dias ele faria aniversário (27/06)... é uma perda, como de todos os nossos mestres, imensurável”, lamentou Simões.

Um dos quatro filhos de Franklin, Frank, também chamado por Pingo, também toca na banda, como zabumbeiro e acompanhou as conquistas e decepções da banda desde pequeno.

A banda de pífanos é o grupo de cultura popular mais antigo em atividade e mais solicitado do Estado. Foram várias viagens pelo Brasil. A última delas foi no ano passado para participar do projeto “Epifanias”, em agosto, realizado em Brasília reunindo grandes nomes do pífano do país, no Centro Cultural Banco do Brasil.




A mãe dos irmãos, Dona Agripina, sempre foi uma grande incentivadora dos filhos e da banda, até os dias de hoje, com os seus quase 80 anos de idade. Durante a gravação do DVD, Agripina, que não é de falar muito, deu um depoimento e aceitou fotografar ao lado dos filhos, motivo de seu orgulho.

Franklin Luciano da Silva, tinha 58 anos. Deixou 4 filhos, esposa, mãe, o irmão Zé Cícero, vários netos e uma bela história de dedicação à música e à cultura popular de Alagoas.

O velório acontecerá nesta segunda-feira (14) a partir das 11h, em sua residência, na Rua General Hermes, 161, em Marechal Deodoro, e o enterro acontecerá às 16:30h no Cemitério da Matriz, localizado no Centro da cidade de Marechal Deodoro.

3 comentários:

  1. EU TENHO MUITO ORGULHO DOS MEUS PRIMOS . RITA

    ResponderExcluir
  2. MEMORIA VIVA DA CULTURA POPULAR- SALVE DOS DOIS IRMÃOS

    ResponderExcluir
  3. A poesia e musicalidade dos componentes dessa Banda contagia quem a conhece!

    ResponderExcluir